Blog Widget by LinkWithin

3 de set de 2017

Em 1996 a Parmalat encantou o Brasil com seus mamíferos

No ano de 1996 a Parmalat lançou uma campanha marcante para os anos 90. Crianças entre 03 e 04 anos de idade vestiram roupas de pelúcia fantasiando diversos animais, tais como o leão, cavalo, elefante, rinoceronte, gato, cachorro entre muitos outros. Um jingle muito envolvente criado na DM9DDB por Erh Ray e Nizan Guanaes, que durou três anos.

A campanha Mamíferos Parmalat foi um sucesso estrondoso nos anos 90

A campanha foi um sucesso absoluto e em 1998 e 1999 a empresa colheu os bons lucros da campanha, lançando uma promoção que virou mania nacional. O cliente tinha que juntar 20 códigos de de barras de produtos parmalat e com mais R$ 8,00, poderia trocar por um bichinho de pelúcia da série "mamíferos" que vinha segurando junto uma caixinha de leite parmalat de pelúcia.

Durante a ação promocional a Parmalat precisou aumentar a produção de bonecos de 300 mil unidades para 15 milhões. No dia 05 de maio de 1998, foram distribuídos 500 mil bichinhos, sendo considerada a maior troca de "brindes" já feita no país. Depois desta promoção, a empresa se consolidou como uma das três maiores de produtos alimentícios no Brasil, tendo um aumento de faturamento de R$ 38 milhões, para R$ 1,87 bilhão por ano.


Cante como um mamífero!

O Elefante é fã de Parmalat O Porco cor de rosa e o Macaco também são O Panda e a Vaquinha só querem Parmalat (Mu)
Assim como a Foquinha o Ursinho e o Leão (Grr)
 O Gato mia O Cachorrinho late (au) 
O Rinoceronte só quer leite Parmalat Mantenha o seu filhote forte “vamo” lá Trate seus bichinhos com amor e Parmalat Tomou? 

20 de jul de 2017

Porto Seguro Auto ajuda você a resolver tudo sem sair do sofá

Ruy no sofá

Com uma adaptação da canção popular ‘A Velha a Fiar’,  a Porto Seguro Auto lança sua nova campanha, criada pela Mood\TBWA. A ação traz Ruy e Bel, personagens que mesmo nas situações adversas do cotidiano se mantêm tranquilos e veem tudo ser resolvido sem saírem do sofá.

Com produção da Delicatessen e trilha sonora da Comando S, foram desenvolvidos dois filmes para a TV aberta que narram a saga dos protagonistas nos reparos de incidentes em seus automóveis e residência. As histórias mostram Ruy e Bel tranquilos, sentados em seus respectivos sofás, quando, de repente, o vizinho bate em seus carros, o vaso do banheiro entope, a torneira estoura, o chuveiro queima, o laptop não funciona e o ar condicionado quebra.  Conforme os imprevistos são mostrados, a música embala: “Estava o Ruy no sofá, veio o vizinho seu carro amassar. O carro amassado e o Ruy no sofá. Estava o Ruy no sofá, veio o vaso entupir e a torneira estourar. O carro amassado, o vaso entupido, a torneira estourada e o Ruy no sofá”.


“É muito gratificante levarmos para a rua a ideia que desenvolvemos. A campanha foi ao encontro com a mensagem que o produto gostaria de passar, sendo totalmente integrada entre os canais off-line e digital, em um trabalho que une criatividade e efetividade”, comenta o sócio e vice-presidente de criação da Mood\TBWA, Paulo Henrique Gomes.

O projeto também marca a estreia do posicionamento de comunicação do produto na região, o “Mude para um seguro que vai muito além do seu carro. Mude para Porto Seguro Auto”, que estará presente em todas as peças da campanha.


A campanha também contará com um plano digital, que levará os personagens Ruy e Bel para esse universo, em forma de avatares. Ainda completam a ação peças de mídia Out Of Home, spots de rádio e cinema.

Ficha Técnica
Agência: Mood\TBWA
Cliente: Porto Seguro Cia de Seguros Gerais
Produto: Porto Seguro Auto
VP de Criação: PH Gomes COO: Fábio Meneghati
Criação: PH Gomes, Alexandre Tobio, Bernardo Renno, Sidney Braz e Nathan Magalhães 
Planejamento: Jacqueline Sacon, Fabricio Natoli, Raphael Freitas e Victor Barros
Mídia: Eduardo Lellis, Rodrigo Gandini, Marcus Luiz e Marcio Pederiva 
Atendimento: Fabio Meneghati, Fernanda Albuquerque, Wagner Megale, Natalia Paiva e Caroline Pavesi  
Head of Digital: Luis Constantino 
Gerente de Projetos: João Puntel 
Aprovação Cliente: Bruno Garfinkel, Jaime Soares, Rafael Caetano, Magda Lima, Cesar Pedro e Cinthia Mira
RTV: Luzia Oliveira e Thiago Campos Artbuyer: Ale Sarilho, Sabino e Caio Lobo
Produção Gráfica: Julio Coralli, Marcos Pedra, Alexandro Coelho e Ricardo Pereira
Fotógrafo: Mario Águas
Tratamento de Imagem: Digital Images
Produtora de filme: Delicatessen Filmes
Diretor de cena: Gustavo Leme 
Diretor de fotografia: Rhebling Junior
Diretor de arte: Marcos Sachs 
Produtora executiva: Renata Dumont 
Sales: Mariana Pinheiro e Rafaela muniz 
Coordenação de produção: Tathiana Pires e Samira Smidi 
Coordenação de pós-produção: André Serra e Raphael Hernandes 
Montador: Onon 
Finalizadora: Bruna de La Fuente 
Pós-produção: Delica 
Post Produtora de trilha: Comando S Áudio 
Produtor/maestro: Serginho Rezende.

Fonte: http://grandesnomesdapropaganda.com.br/

19 de jul de 2017

'A Velha a Fiar' é um curta-metragem de Humberto Mauro, de 1964

Cena do curta metragem A Velha a FiarA Velha a Fiar é um curta-metragem brasileiro de 1964 dirigido por Humberto Mauro, com a música popular homônima cantada pelo Trio Irakitan. Uma joia do cinema brasileiro, esse curta-metragem chegou a ser considerado pelos críticos como um dos primeiros videoclipes do mundo. Humberto Mauro, ao não conseguir colocar uma mulher para fazer o papel da velha, colocou seu amigo Mateus Colaço para fazê-lo.

O curta começa com imagens bucólicas da vida rural: bois pastando, a moagem no pilão, os trabalhos do campo, os animais que farão parte da história. De repente, surge a velha na roca a fiar, quando começa a canção-tema, cantada pelo Trio Irakitan, que apresenta os eventos nesta sequência:


A Velha a Fiar
Baseada em conto popular. Autor desconhecido.

Estava a velha no seu lugar
Veio a mosca lhe fazer mal
A mosca na velha e a velha a fiar
Estava a mosca no seu lugar
Veio a aranha lhe fazer mal
A aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava a aranha no seu lugar
Veio o rato lhe fazer mal
O rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava o rato no seu lugar
Veio o gato lhe fazer mal
O gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava o gato no seu lugar
Veio o cachorro lhe fazer mal
O cachorro no gato, o gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha 
e a velha a fiar
Estava o cachorro no seu lugar
Veio o pau lhe fazer mal
O pau no cachorro, o cachorro no gato, o gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava o pau no seu lugar
Veio o fogo lhe fazer mal
O fogo no pau, o pau no cachorro, o cachorro no gato, o gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava o fogo no seu lugar
Veio a água lhe fazer mal
A água no fogo, o fogo no pau, o pau no cachorro, o cachorro no gato, o gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava a água no seu lugar
Veio o boi lhe fazer mal
O boi na água, a água no fogo, o fogo no pau, o pau no cachorro, o cachorro no gato, o gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava o boi no seu lugar
Veio o homem lhe fazer mal
O homem no boi, o boi na água, a água no fogo, o fogo no pau, o pau no cachorro, o cachorro no gato, o gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava o homem no seu lugar
Veio a mulher lhe fazer mal
A mulher no homem, o homem no boi, o boi na água, a água no fogo, o fogo no pau, o pau no cachorro, o cachorro no gato, o gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar
Estava a mulher no seu lugar
Veio a morte lhe fazer mal
A morte na mulher, a mulher no homem, o homem no boi, o boi na água, a água no fogo, o fogo no pau, o pau no cachorro, o cachorro no gato, o gato no rato, o rato na aranha, a aranha na mosca, a mosca na velha e a velha a fiar!

31 de mar de 2017

Escola de Artes Visuais faz homenagem póstuma a Aimberê Cesar

EAV HOMENAGEIA AIMBERÊ CESAR EM NOITE COM GRANDES ARTISTAS - Jornal do Brasil
Aimberê Cesar será homenageado na Escola de Artes Plásticas
No próximo dia 31 de março, sexta-feira, a Escola de Artes Visuais do Parque Lage vai homenagear postumamente a memória do artista Aimberê Cesar, que participou de diversos movimentos importantes das artes plásticas, como Segundas Urbanas, Zona Franca, Como Vai Você Geração 80, Bloco Vade Retro Abacaxi e Posição 2004. Aimberê - que nos deixou em dezembro de 2016 - foi também o criador do Zen Nudismo.
O evento desta sexta abrirá com mostra de vídeo-performances do homenageado, no Cine Lage, às 19h, com fala aberta de Fernando Cocchiarale e Mauricio Ruiz. Na sequência, os MCs Ricardo Chacal, Guilherme Zarvos, Bob’N, Suely Farhi e Xico Chaves liberam o microfone aberto aos artistas presentes.
A recriação da Galeria Camelô, a primeira individual de Aimberê, expõe mais de 60 obras de artistas como Alex Hamburger, Fernanda Junqueira, Opavivará, Martha Niklaus, Analu Cunha, Guga Ferraz, entre outros, e de alunos.
A programação seguirá nas salas da EAV (onde Cesar foi professor), com looping de fotos de momentos históricos, manuscritos e desenhos, e com apresentação da performance criada com Ricardo Ventura. A noite contará ainda com uma versão compacta do Bloco Vade Retro Abacaxi e uma surpresa prometida pelo artista Ernesto Neto. Os DJs Andre Amaral e Ícaro dos Santos vão tocar no entorno da piscina.

  © Blogger template 'Ultimatum' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Divulgar
Essa barra no seu Site