javascript:void(0) Dia de comemorar os 60 anos da Declaração dos Direitos HumanosMeu Blues Pra Você
Blog Widget by LinkWithin

10 de dez de 2008

Dia de comemorar os 60 anos da Declaração dos Direitos Humanos

Feed
Assine nosso Feed ou receba os artigos por email

Hoje a Declaração Universal dos Direitos Humanos, estabelecida pela ONU em 10 de dezembro de 1948, completa 60 anos. A Declaração tornou-se a base do pensamento moderno sobre direitos, deveres e enfoca prioritariamente as liberdades inerentes ao ser humano. Para celebrar esta data, trouxe um vídeo muito interessante, criado por Seth Brau, produzido por Amy Poncher e música de Rumspringa, uma cortesia da Cantora Record.




Declaração Universal dos Direitos humanos


Preâmbulo
  • Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis constitui o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo;
  • Considerando que o desconhecimento e o desprezo dos direitos humanos conduziram a actos de barbárie que revoltam a consciência da Humanidade e que o advento de um mundo em que os seres humanos sejam livres de falar e de crer, libertos do terror e da miséria, foi proclamado como a mais alta inspiração humanos;
  • Considerando que é essencial a proteção dos direitos humanos através de um regime de direito, para que o homem não seja compelido, em supremo recurso, à revolta contra a tirania e a opressão;
  • Considerando que é essencial encorajar o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações;
  • Considerando que, na Carta, os povos das Nações Unidas proclamam, de novo, a sua fé nos direitos fundamentais humanos, na dignidade e no valor da pessoa humana, na igualdade de direitos dos homens e das mulheres e se declararam resolvidos a favorecer o progresso social e a instaurar melhores condições de vida dentro de uma liberdade mais ampla;
  • Considerando que os Estados membros se comprometeram a promover, em cooperação com a Organização das Nações Unidas, o respeito universal e efectivo dos direitos humanos e das liberdades fundamentais;
  • Considerando que uma concepção comum destes direitos e liberdades é da mais alta importância para dar plena satisfação a tal compromisso:

A Assembléia Geral proclama a presente Declaração Universal dos Direitos Humanos como ideal comum a atingir por todos os povos e todas as nações, a fim de que todos os indivíduos e todos os órgãos da sociedade, tendo-a constantemente no espírito, se esforcem, pelo ensino e pela educação, por desenvolver o respeito desses direitos e liberdades e por promover, por medidas progressivas de ordem nacional e internacional, o seu reconhecimento e a sua aplicação universais e efectivos tanto entre as populações dos próprios Estados membros como entre as dos territórios colocados sob a sua jurisdição.

Artigo 1°
Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.

Leia a Declaração Universal dos Direitos Humanos na íntegra.

0 comentários:

  © Blogger template 'Ultimatum' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Divulgar
Essa barra no seu Site