javascript:void(0) 16/10 - Dia de Santa Edwiges, Padroeira dos Pobres e EndividadosMeu Blues Pra Você
Blog Widget by LinkWithin

16 de out de 2008

16/10 - Dia de Santa Edwiges, Padroeira dos Pobres e Endividados

Feed
Assine nosso Feed ou receba os artigos por email

Imagem de Santa Edwiges, Protetora dos Pobres e EndividadosOração a Santa Edwiges,
protetora dos pobres e endividados

Vós Santa Edwiges, que fostes na terra amparo dos pobres e desvalidos e socorro dos endividados, no céu, onde gozais o eterno prêmio da caridade que praticastes, confiante vos peço: sede minha advogada, para que de Deus eu obtenha a graça (faça o pedido) e por fim, a graça suprema da salvação eterna, Amém.

(Depois, reze um Pai Nosso, uma Ave Maria e um Glória ao Pai.)

Sua História

Santa Edwiges nasceu em 1174 na Alemanha. Filha de nobres, foi criada em ambiente de luxo e riqueza, o que não a impediu de ser simples e viver com humildade. O seu bem maior era o amor total a Deus e ao próximo.

Aos 12 anos ela se casou com Henrique, príncipe da Silésia (atual região da Polônia), com quem teve seis filhos, sendo que dois deles morreram precocemente. Culta, inteligente e esposa dedicada, ela cuidou da formação religiosa dos filhos e do marido.

Mulher de oração, vivia em profunda intimidade com o Senhor. Submetia-se ao sacrifício de jejuns diários, limitando-se a comer alguns legumes secos nos Domingos, Terças, Quintas e Sábado. Nas Quartas e Sextas-feiras somente pão e água. Isto sempre em quantidade limitada, somente para atender as necessidades do corpo.

No tempo do Advento e da Quaresma, Edwiges se alimentava só para não cair sem sentidos. O esposo não aceitava aquela austeridade. Numa Quarta-feira de Quaresma ele esbravejou por haver tão somente água na mesa sendo que ele só bebia vinho. Edwiges então ofereceu-lhe uma taça, cujo líquido se apresentou como vinho. Foi um dos muitos sinais ou milagres que ela realizou.

Algum tempo depois Edwiges caiu vítima de uma grave enfermidade. Foi preciso que Guilherme, Bispo de Módena, representante do Papa para aquelas regiões, exigisse com uma severa ordem a interrupção de seu jejum. A Santa dizia que isto era mais mortificante do que a sua própria doença.

Dedicou toda sua vida na construção do Reino de Deus. Exerceu fortes influências nas decisões políticas tomadas pelo marido, interferindo na elaboração de leis mais justas para o povo. Junto com o marido construiu Igrejas, Mosteiros, Hospitais, Conventos e Escolas. Por isto, em algumas representações a Santa aparece com uma Igreja entre as mãos.

Aos 32 anos, fez votos de castidade, o que foi respeitado pelo marido. Quando ficou viúva, foi morar no Mosteiro de Trebnitz, na Polônia, onde sua filha Gertrudes era superiora. Foi lá que Edwiges deu largos passos rumo à santidade. Vivia com o mínimo de sua renda, para dispor o restante em socorro dos necessitados. Ela tinha um carinho especial pelas mulheres e crianças abandonadas. Encaminhava as viúvas para os conventos onde estariam abrigadas em casos de guerra e as crianças para escolas, onde aprendiam um ofício. Era misericordiosa e socorria também os endividados. Em certa ocasião, quando visitava um presídio, ela descobriu que muitos ali se encontravam porque não tinham como pagar as suas dívidas. Desde então, Edwiges saldava as dívidas de muitos e devolvia-lhes a liberdade. Procurava também para eles um emprego. Com isto eles recomeçavam a vida com dignidade, evitando a destruição as famílias em uma época tão difícil como era aquela do século 13. E ainda mantinha as famílias unidas.

Paróquia de Santa Edwiges no Rio de Janeiro, Rua Fonseca Telles 109, São Cristóvão, RJAssim, Santa Edwiges, é considerada a Padroeira dos pobres e endividados e protetora das famílias. Sua morte ocorreu no dia 15 de outubro de 1243. E foi canonizada no dia 26 de março de 1267, pelo papa Clemente 4º. Como no dia 15 de Outubro celebra-se Santa Tereza de Ávila, a comemoração de Santa Edwiges passou para o dia 16 de Outubro. Modelo de esposa, celibatária e viúva, a Santa não faltava à Missa aos Domingos, e isto ela pede aos seus devotos: mais amor a Jesus na Eucaristia e auxílio aos necessitados.

Fonte: Izabel Aparecida de Barros, para o Jornal Santa Edwiges
Paróquia de Sta. Edwiges na Quinta da Boa Vista
Rua Fonseca Telles 109, São Cristóvão, RJ - CEP 20940-200
Tels.: (21) 2589-4851 e 2580-6992

Antes de partir, aproveite para ler alguns poemas de minha autoria e deixe sua opinião!

7 comentários:

Nina Victor 5:07 PM  

Gosto muito de Santa Edwiges. Costumava visitar a igreja de São Cristóvão no dia dela, isso antes de trabalhar... ;)

Beijo!

Helio Jenné 7:56 AM  

É uma igreja de simplicidade e beleza extremas, Nina. Que bom que você gosta da Santa Edwiges!
Beijo!

Anônimo 10:28 AM  

Creio em Santa Edwiges, ela jamais me falta em minhas necessidades. Todas as vezes que me vejo em situação financeira difícil, recorro a Ela.
Enir.

Helio Jenné 1:38 PM  

Maravilha, Enir. Salve a Santa Edwiges! Obrigado pelo comentário. Abraço.

Anônimo 7:23 PM  

tenho a maior fé em santa edwiges pois me livrei de uma divida muito grande pois era de aluguel,consegui pagar e outras contas mais estou sempre recorrendo a ela pois quem não tem conta e ela como uma santa milagrosa esta sempre me atentendo tenho muito carinho por ela

Tereza 9:45 PM  

Estou orando todos dias com muita fé pedindo ajuda a santa edwigens,diante da situação que estou passando estou com tanta contas para pagar que so a minha santinha pode me ajudar a saldar esta dividas que esta tirando a minha paz e o meu sossego,com tanta gente me cobrando e não comprendendo a minha situação mais eu creio que minha santa edwigens vai passar a frente e entregar a Jesus o meu pedido de libertar a minha alma desta aflição deste sofrimento.

cely silva 8:24 PM  

E humildade

  © Blogger template 'Ultimatum' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Divulgar
Essa barra no seu Site