javascript:void(0) Hoje não trago floresMeu Blues Pra Você
Blog Widget by LinkWithin

29 de dez de 2007

Hoje não trago flores

Feed
Assine nosso Feed ou receba os artigos por email

Hoje não trago flores.
Só a tristeza trago.
Ela me acompanhou
Mesmo sem eu querer.
Sem ao menos perguntar se podia.

E multiplicou a dor
Esqueceu do prazer e da alegria
Hoje enfim descobri uma verdade.
Que o que tenho a oferecer
É muito menos do que pode conter
uma lágrima (furtiva e discreta).

Menos que uma ilusão passageira,
Ofereço o meu talento tosco e mal acabado.
O que oferto não enche um dedal
O que trago não pesa um grama
Mas tem o peso de uma dor aguda.
E isso é grave.

Hoje não trago flores.
Orquídea ou gerbera,
Mas uma tristeza, uma vergonha e uma certeza,
Que vieram a reboque, sem pedir licença
E estão à espera
Da uma palavra ou um sorriso seus.

Hoje não trago flores,
Trago a terra e o suor das estradas
Nas roupas, no rosto e nas botas...
Mas bem me queira.
Não tenho eira nem beira,
Apenas o resto da minha vida inteira.

Trago uma tristeza na palma da mão
Na outra, fechada, guardo a noite
Mas não pra você, que merece o sol.
Apenas para poder desdobrá-la
Quando estiver sozinho - que piada
E nela poder me esconder
Em meio a mais uma tormenta.

Como um náufrago
Que não se acostuma ao frio
Oceânico que o engole
Agarrado à única lasca de salvação
Que encontrou no mar revolto e escuta
Um Noturno de Chopin ou o adágio de Hadyn
(em mi maior para quarteto)
Uma nota sonolenta ecoa na minha cabeça
E uma tristeza longa flutua no meu ar.

Hoje não trago flores,
Mas uma voz de nicotina.
Nem a esperança trago agora
Mas toda a incerteza do mundo
E uma vontade louca de ir embora.
Partir ao seu encontro, menina,
E me aninhar nos seus braços
E me esquentar no seu colo
Que você me ofereceu uma vez
E aceitar seus carinhos sem pensar
Esquecer das horas em meu solo.

Helio Jenné

Publicada originalmente em 17/11/2006
no site Cantigas Para a Lua

2 comentários:

Vilma 9:12 PM  

Ah,quem me dera ser um poeta para poder expressar com palavras todo o sentimento que me aflorou ao ler esse poema tão belo!Ouça minhas palmas...E tô levando seu precioso link e seguindo.

Vilma 9:12 PM  

Ah,quem me dera ser um poeta para poder expressar com palavras todo o sentimento que me aflorou ao ler esse poema tão belo!Ouça minhas palmas...E tô levando seu precioso link e seguindo.

  © Blogger template 'Ultimatum' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Divulgar
Essa barra no seu Site